quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012



Há momentos em que eu gostaria de voltar o relógio e jogar toda a tristeza para longe, mas tenho a sensação de que se eu fizesse isso, as alegrias terão ido também. Então eu aceito as memórias quando elas chegam, aceito todas, deixando-as me guiar sempre que posso.

0 Comentários:

Postar um comentário

Liberte-se deixando fluir da mente e do coração...
Palavras que me acalmam.