sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito !!

0 Comentários





"E por falar em dar… dar não é fazer amor. Dar é dar. Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido, mas dar é bom pra cacete.

Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca, te chama de nomes que eu não escreveria, não te vira com delicadeza, não sente vergonha de ritmos animais. Dar é bom. Melhor do que dar, só dar por dar. Dar sem querer casar, sem querer apresentar pra m...ãe, sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.

Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral, te amolece o gingado, te molha o instinto.Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã. Tem caras que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro. Dar é bom, na hora. Durante um mês. Para as mais desavisadas, talvez anos.


Mas dar é dar demais e ficar vazia. Dar é não ganhar. É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro. É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir. É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe, pra dar o primeiro abraço  de Ano Novo e pra falar: “Que cê acha amor?”.

Dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito. Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor, esse sim é o maior tesão. Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar"   

Tudo em mim é muito dramático. Não me leve tão a sério. - Caio Augusto Leite

0 Comentários

Espero que você sempre se lembre de tudo que sentimos juntos, que não se esqueça de como meu coração bate ao encontrar o teu.

0 Comentários
Caro amigo [...]

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

0 Comentários

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

2 Comentários
(clique na imagem para vê-la melhor)

Dedico à todos os meus LEITORES ! *-*

1 Comentários

Uma linda história. REAL !

0 Comentários
Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar na classe econômica e viu que estava ao lado de um passageiro negro.

Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.

'Qual o problema, senhora?', pergunta a comissária..

'Não está vendo?' - respondeu a senhora - 'vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Você precisa me dar outra cadeira'

'Por favor, acalme-se' - disse a aeromoça - 'infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível’.

A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.

'Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre na classe
econômica. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar na classe econômica. Temos apenas um lugar na primeira classe'.
E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua:

'Veja, é incomum que a nossa companhia permita à um passageiro da classe econômica se assentar na primeira classe.
Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável’.

E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:

'Portanto senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe...'

E todos os passageiros próximos, que, estupefatos assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns de pé."



- O acontecido foi em um vôo da companhia TAM.
0 Comentários

sábado, 7 de janeiro de 2012

Dedico à Dayanne Cassimiro !

4 Comentários

Então diga que valeu (8

2 Comentários