terça-feira, 6 de setembro de 2011

Pode não ser amor, mas ainda é carinho ...




Eu ainda sinto a falta dele, embora já não o procure mais. Ainda penso em como ele sorriria se eu lhe contasse aquela piada que acaba de me fazer gargalhar, no entanto, não é mais para ele que eu digo o motivo da minha risada. Ainda consigo imaginar o aperto de seus abraços, no entanto, não foi ele que eu cumprimentei dessa vez. Ainda me sinto incomodada ao vê-lo bêbado em uma festa qualquer, mesmo que eu já não peça para que ele deixe de lado o álcool. E, acredite: ainda rezo por ele todas as noites, mesmo quando o sono me assalta no meio da oração. Eu ainda penso nele todos os dias, embora eu não cite mais o seu nome em minhas conversas. E ainda dói em mim quando descubro que ele estava com outra, mesmo já não demonstrando tristeza na frente dos meus amigos. Ainda penso nele quando ouço alguém tocando violão. Ainda escuto as músicas que ele mais gostava. Ainda olho as estrelas pensando nele… É nele que eu penso quando a chuva cai. Quando o sol aparece. Quando a noite chega. E, por mais absurdo que isso pareça, ele ainda mexe comigo. Apesar de tudo. Ainda. Eu. Ele. Adoro. Tudo.


Dedico ao meu caro amigo [...]



6 Comentários:

Dayanne disse...

Nossa amei esse texto, li quatro vezes :o

Thainan F. disse...

No fundo voce deve estar com vontade de me matar por causa dessa postagem né ><
Mas que bom que gostouuu *-*

Dayanne disse...

Raaaaa mais isso eu ia deixar pra "comentaaar" segunda saabe! ME AGUARDE #muahaha

ps: ficou lindo apesar da dedicatória RUN

Thainan F. disse...

KKKKKKKKKKK- acho que segunda feira nao vou trabalhar ><

Anônimo disse...

você aparenta ser uma menina legal
ando lendo suas postagens e não sei o que dizer
mas uma coisa é certa devemos sempre resolver nossas coisa

Thainan F. disse...

Concerteza :)
Sabemos que para tudo existe uma solução, e a cada passo dado, eu sinto que as soluções ficam cada vez melhores e mais próximas de mim.
Obrigada pela visita.

Postar um comentário

Liberte-se deixando fluir da mente e do coração...
Palavras que me acalmam.