sexta-feira, 15 de julho de 2011

Pois é meu amigo ...



Perdoa, por eu ter te escolhido, para ser pra sempre a minha companhia,
Perdoa por eu ter acreditado neste sonho todo dia,
Perdoa por eu ter te perdoado, na hora que devia te esquecer,
Perdoa por eu ter me preparado e me guardado pra você,
Eu não posso, eu não quero te obrigar a me querer na tua vida.
Desenganos, vem, acontecem, desenganos vão, desaparecem.
Eu não posso, eu não vou forçar a barra pra você gostar de mim...

0 Comentários:

Postar um comentário

Liberte-se deixando fluir da mente e do coração...
Palavras que me acalmam.