domingo, 15 de maio de 2011

Eu não quero [...]


(foto: dona do blog, não autorizo pegar)


que seus amigos saibam tudo sobre mim, só quero que quando ninguém saiba onde você está, eles digam que você - provavelmente - está comigo; que em um dia aleatório você chegue com uma margarida roubada do jardim do vizinho; me mande uma mensagem de madrugada dizendo que não consegue dormir; me diga que as coisas passaram a dar certo depois que eu apareci; não precisa me chamar de apelidos como amor, linda, fofa, só que quando perguntarem sobre mim, suas pupilas dilatem e você diga ‘a minha pequena’. *-*

2 Comentários:

Bianka disse...

é flor, a gente se decepciona para entender melhor, depois como é bom ser feliz de verdade né *--* um maravilhoso fds viu linda :]

Thainan F. disse...

pois é querida :/
um dia aprendemos com a dor s2
Beijos.

Postar um comentário

Liberte-se deixando fluir da mente e do coração...
Palavras que me acalmam.