domingo, 3 de abril de 2011

Strani amori che vanno e vengono ...




[...] E são estranhos amores que nos fazem crescer e sorrir. Entre lágrimas, quantas páginas para escrever. Sonhos livres para dividir. E são amores normais a esta idade que se confundem dentro da alma, que se interroga sem se decidir. Se é um amor para nós.
E quantas noites perdidas a chorar. Relendo aquelas cartas que não consigo jogar fora. No labirinto da saudade, grandes amores que terminam. Mas porque ficam no coração [...]


Renato Russo -Strani Amore
(meu divo *-*)

0 Comentários:

Postar um comentário

Liberte-se deixando fluir da mente e do coração...
Palavras que me acalmam.