domingo, 3 de abril de 2011

Cara a cara ...



Ando refletindo neste meio tempo. Solitária, insana, fútil...
Isso não me definiria neste exato momento, bastaria o passado.
Venho buscando uma forma de esquece-lo. Tentei cavar um buraco, joga-lo vivo lá dentro e enterrar tudo. Percebi que ele foi mais esperto do que eu. No momento em que tinha me esquecido de sua existência, ele me apareceu. Veio com tudo para cima de mim, jogando em minha face, dois segredos que estão trancafiados na caixinha do coração e da vergonha.
- '' Para, não faça isso; jurei esquecer tais abalos. ''
Não quero que me julguem, não quero passar por '' pré-conceitos''. Deixe-me calar, engolir certas coisas. Por favor nó na garganta, me deixe só desta vez...

2 Comentários:

Anônimo disse...

Muitas vezes o passado vem para nos atormentar, mas nao se preocupe com isso garota. Seja feliz ao lado da pessoa que está com voce. Nada pode ter o poder de estragar sua vida, por mais que as recordaçoes sejam complicadas .
Beijos e abraços
Lili

Anônimo disse...

Nao tenha medo de viver, nao tenha medo das pessoas, seja voce hoje e sempre.
as coisas vao acontecer no seu determinado tempo, pode ter certeza.

Postar um comentário

Liberte-se deixando fluir da mente e do coração...
Palavras que me acalmam.