quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

turbulências [...]

2 Comentários
  Um dia vou me sentir como uma fortaleza, assim como a cidade vermelha (Shahr-e-Zohak) construída a mais de novecentos anos. Ela sim era uma fortaleza, construída para defender o vale dos invasores. O neto de Gêngis Khan a atacou no século XIII, mas foi morto. Foi o próprio Gêngis quem a destruiu.
  Só espero que ninguém me destrua, ou pelo menos tente acabar com os restos do meu coração.
  Sorrir é muito fácil, pois é assim que uma garota nunca deixa transparecer que ela tem tristezas, desapontamentos, sonhos que foram menosprezados. E quando crescer, serei como uma rocha no leito do rio, suportando tudo sem se queixar. Uma mulher cuja juventude foi forjada pelas turbulências que se abateram sobre ela. E infelizmente muitas pessoas veriam isso nos meus olhos. Algo tão rijo e inabalável quanto um bloco de calcário. Algo que afinal, acabará sendo minha ruína !



   Eu sei, sou uma pessoa fria muitas vezes. Minha frieza é minha proteção. Mas tento, de todas as formas, fazer o que posso para não congelar o resto do mundo.'

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

' Meu tão sonhado Renato *-*

0 Comentários

Obrigado, Renato Russo. Por - pelo menos ter tentado - nos ensinar que é preciso amar como se não houvesse amanhã; que a felicidade mora aqui, com a gente, até a segunda ordem; e que quando se aprende a amar, o mundo passa a ser nosso. Nos ensinar que é a verdade que assombra, o descaso que condena e a estupidez que destrói, que disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza e quando se tem coragem, tem bondade. E por sempre, sempre, falar que não devemos deixar que nos digam que não vale a pena acreditar no sonho que nós temos. Por nos ensinar, também, que se quisermos alguém em quem confiar, devemos confiar em nós mesmos. E por nunca cansar de nos lembrar que todo mundo sabe, ninguém quer mais saber. Por entender nossa carência, nossa procura por alguém que um dia possa nos dizer que quer ficar só conosco. Por nos entender quando dizemos que se o mundo é parecido com o que vemos, preferimos acreditar no mundo do nosso jeito; por insistir que se entregar é uma bobagem e que o vento leva sempre tudo embora. E obrigado, por falar, inúmeras vezes, que os sonhos vem e que os sonhos vão e que o resto é imperfeito. E, acima de tudo, por nos ensinar, sempre, em qualquer frase de qualquer musica, que quando tudo está perdido, sempre existe uma luz! E nos fazer acreditar que, ao menos uma vez, o mais simples pudesse ser visto como o mais importante. Por nos ensinar a vencer os obstáculos, afinal, tudo está perdido, mas existem possibilidades. Ah, e que apenas começamos e o mundo começa agora! Entender, que, quem fala demais quase sempre não tem nada a dizer. E ps: por nos deixar malucos, porque é só você que tem a cura para esse nosso vício de insistir nessa saudade que sentimos.


obs: achei a coisa mais linda do mundo, até pq sou apaixonada com o Renato Russo, e por isso resolvi postar aqui. O texto não de minha autoria e por isso vou postar a fonte aqui também : 

sábado, 25 de dezembro de 2010

' sofferenza

2 Comentários
Dizer que esse natal foi ótimo seria a maior mentira já contada na minha vida. Na verdade eu fiz questão de dormir só para não ver aquelas coisas que pra mim são melancólicas, e quando acordei lá estava uma adolescente totalmente deprimida, doida para voltar para a casa. E foi assim o meu lindo natal ¬¬'
Hoje acordei pela manha, fui para a casa da minha tia (a mesma que passei o natal), almoçamos lá e resolvi vim embora. Afs, são exatamente 19:14 e minha mãe não quer deixar eu sai. Passo a semana inteira de casa pro serviço e do serviço pra casa, e isso me cansa, me deixa presa. Hoje eu queria sair com as pessoas que se importam comigo, me fazem feliz pelo menos por um instante.
To chorando desde o momento que botei os pés dentro de casa e as lágrimas nao se importam em machucar o meu peito. Eu queria me esconder do mundo por alguns dias, viver na solidão por algumas horas. Mas a solidão física, pois a espiritual eu já vivo a anos.
Tentar correr dos nossos sentimentos nunca dá certo, mas eu não consigo acreditar nisso totalmente :(
As pessoas me julgam, me acorrentam no mundo de ilusões e no final de tudo o que vai restar ?
Uma garota ridícula que começará a descobrir o mundo tarde demais e as belezas existentes podem nao deixar vestígios algum para a descoberta dela. & essa garota um dia vai ser feliz, um dia ela nao vai quebrar tanto a cara e deixará de correr de si mesma .
Mas por enquanto ela fica com essa mente fraca e com a mesma ideia de sempre : - tomar um remedio que a faça dormir ate o dia em que ela resolver acordar feliz ! :S


 il tempo non è ancora dimostrato che questa vita potreirimpiangere. Ma per ora faccio finta tutto va bene 

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

:'(

0 Comentários
Eu passo horas em frente ao computador pensando no quanto preciso escrever algo pra me ver livre dessa sensação. Penso sobre o fato de ninguém fazer idéia do que se passa. Penso na possibilidade de nem ao menos eu ter essa idéia. Despejo informações e disserto sobre sentimentos. Depois penso no quanto seria imprudente escrever qualquer uma das opções nesse espaço.






créditos : não lembro . kk

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

' uma grande idiota.

0 Comentários
Agora eu entendo porque as pessoas não gostam tanto assim de mim, e nem eu mesma gosto. Quando alguem ta dando o melhor de si para me fazer feliz, o que acontece ? Minhas crises, minhas infantilidades. Muitas delas acontecem sem querer, quando eu menos espero; mas acontece :/
To de mal de mim, to de mal do mundo &' to de mal do meu coração.
Magoei uma das pessoas que mais de dava valor, magoei meus amigos, e sei lá . To aqui de pé não sei por que.
Isso tudo por causa de um amor platônico que talvez nao venha a acontecer. E a trouxa aqui sabe disso mas não desiste. aaaaaaaaaah !
Sempre guardei tudo pra mim, e ontem decidi abrir meu coração e falar tudo o que eu sentia, e mais uma vez minhas palavras mudaram o rumo do meu futuro, mais uma vez perdi uma pessoa que eu gostava. &' será que tudo que eu faço, será que a minha existencia realmente vale a pena ?!
Não vou dizer que vou me arrepender de ter tomado essa decissão, ate por que eu já me arrependi. Mas no fundo sou adulta o suficiente para arcar com as consequencias dos meus erros , dos meus atos.
Caaaaaai de um abismo, achei que iria morrer mas me levantei e estava tudo bem. Pelo menos aos olhos dos outros estava tudo BEEM !
Mas eu sei que não está e nunca vaaaaai estar D:
' me perdoe por tudo, me perdoe por lhe contar a verdade e lhe poupar de  mais sofrimento. Mas você merece alguem menos fútil do que eu. Eu juro que nao me imaginava nessa situação, mas aconteceu e fui sincera com voce, agora cabe a voce mesmo saber se deve ou nao olhar no meu rosto . &' obrigada por tudo ! '   s2

domingo, 12 de dezembro de 2010

' foi como um sonho ...

0 Comentários
Aaaaaaaah que foda o animinas *-*
Passei muita raiva na hora de ir, ate pq fiquei perdida, torrei no sol, fiquei suada . ecaaaaaaaa!
Mas quando cheguei lá e fiquei perto das pessoas que eu amo, foi tão acolhedor *-*
Na ida eu xinguei muito por que eu achava que nao ia chegar a tempo pro show do Fake Number, mas quando entrei na UNI-BH o show tinha acabado de começar . hahahah' sou foda !  A Elektra cantou umas 3 musicas cover, e o resto foi da banda dela mesmo . & velh'  quase apanhei lá, só por que prometi pra mim mesma que nao ia chorar quando ela cantasse 'platônico' e ' 4 mil horas'  , mas eu choreeeeeeeeeei & MUITO !
Sei lá, isso tudo me faz lembrar do meu passado, ou ate mesmo do meu presente interior. As vezes lembrar que todos os seus sonhos estao longe de voce dói muito e corroe todas suas expectativas :/
Eu realmente paguei maior mico chorando lá, mas foda-se ! Fiquei com o cara enxada, tirei foto com o Staff da banda, tirei foto com o Mr. Satan , tirei foto com o Pelanza (eu ri' ) conversei com emos gatitos . kk' e consegui vender meu ingresso do domingo *-* apesar que hoje estaria bem mais lotado do que ontem ><
aaaaaaaaah, e eu vi os criadores do ' mundo canibal ' . kkkkkkk são tão fofos :O
Vishi, vai deixar saudades viu, e ano que vem to agarrada de novo ! MAS O TREM É NO QUINTO DOS INFERNOS ¬¬'  longe pra caraaaai :x

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

é fim de ano .-.

0 Comentários
Nós temos tempo pra errar, temos tempo para ficar triste, temos tempo pra ficar na internet. O ano está acabando e com isso o terceirão indo embora. Não vou dizer que será a mesma coisa pra sempre, pois eu sei que não é assim. Infelizmente isso vai mudar, as vezes para a melhor e as vezes pra pior. Aaaaaaaaah eu amo todo mundo do terceiro ano do SD e só de pensar que essa é a ultima semana ao lado deles, me dá uma vontade de subornar os professores e fazer com que todos eles tomem BOMBA . auhauhsau' é triste isso, mas eu faço qualquer coisa para nao ficar longe deles D:
Ao longo do caminho vamos fazer novas amizades e tal, mas espero que nenhuma pessoa se esqueça de mim, se esqueça das palhaçadas vividas comigo. PQP, to chorando ¬¬'
Sei que muitas pessoas que eu adoro, não gostam de mim com a mesma intensidade. Mas eu nao preciso que gostem de mim como eu gosto deles, nao preciso que me dêem a atenção que eu do a eles, eu só preciso de um ombro amigo, de uma palavra que me faça sorrir todos os dias. Por mais que esse sorriso engane a mim mesma, eu nao quero que eles notem a minha tristeza, eu quero transmitir uma boa energia a todos.
O campeonato só ajudou a unir os dois anos do turno da manha, e isso me fez crescer !
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH, TERCEIRÃAAAO EU  AMO VOCÊS S2

domingo, 5 de dezembro de 2010

0 Comentários
Se não foi a intenção, porque aconteceu? É, a vida não é o que esperamos. Nos meus sonhos seriamos eu e você, pra sempre, chegaríamos na terceira idade com o mesmo amor que tínhamos hoje, a mesma paixão. As horas, os dias, os meses e os anos se passaram, e eu não cresci com eles, não esqueci com eles e muito menos deixei de te amar com eles, e nunca vou deixar. Eu não mudei, eu sou a mesma, só que mais triste, mais sozinha. Eu não entendo, se você me ama porque me pedir pra esquecer? Porque me fazer sofrer? Porque me pedir coisas impossíveis como: ‘‘esqueça da minha existência’’? Eu nunca, nunca, nunca vou te esquecer, você é vivo em mim, nos meus pensamentos, nas minhas ações, na minha vida. Nosso mundo é o mesmo, nossa vida é diferente. Você é diferente como todos são, como sempre serão. Minha realidade sem você é difícil, é estranha, é simplesmente horrível, e sim, meus pesadelos são a minha realidade. Eu não vou te desculpar agora porque eu já desculpei, desde o momento em que tudo começou. Te desculpei por fazer eu me apaixonar, por deixar eu te amar e por dizer que era para sempre. O adeus é inevitável, mas não quer dizer que o queremos, quer dizer que precisamos dele e eu aceito que realmente precisávamos desse adeus. Eu nunca, deixei de te amar, desde o primeiro momento que te vi soube que seríamos felizes, juntos. Separados somos infelizes, porque eu sinto nas suas palavras a sua infelicidade, eu sinto a sua saudade, eu sinto a sua dor. Por favor, cuide bem do meu coração, porque ele está em suas mãos, e depende de você a sobrevivência dele. 


E o que eu aprendi com tudo isso? Aprendi a sofrer em silêncio.